Show/Hide

OPUS, no festival Oriente-se

A ajidanha apresentará no próximo dia 3 de novembro de 2018, a peça de teatro “Opus”, em Marvila, pelas 21h30m, no âmbito do Festival Oriente-se, organizado pelo Teatro Contra-Senso.

SINOPSE

Aborrecido, num determinado momento da Minha eternidade, comecei a criação de todo o universo.
A Minha obra era uma sublime representação do espaço, com o domínio marcado dos conceitos básicos da natureza. Com um traço delicado e inteligente, explora a efemeridade da vida. Mas como em todas as obras, há sempre um elemento imperfeito.
Tudo o que sucedeu, foi por minha culpa ou por vossa néscia culpa?
Esta peça fala Dele, das suas dúvidas e angústias, na companhia de quem fez Dele, quem Ele é.

Elenco técnico e artístico

dramaturgia: criação a dez mãos*
encenação: José Carlos Garcia
assistência de encenação: Ana Peres e Ramón de los Santos
interpretação: Bruno Esteves e Rui Pinheiro
desenho de luz: colectivo
cenografia: António Nunes, Maria Helena Batista e Rui Varão
pirotecnia: Paulo Almeida
Costureira: Fátima Antunes
Calçado: foot zero
design gráfico: Paula Varandas
fotografia, teasers e DVD: Ramón de los Santos
produção executiva: Rui Pinheiro
produção: ajidanha

* texto da crítica de Gabriel e discurso final de Ramón de los Santos

Apoios:
Município de Idanha-a-Nova;
União de Freguesias de Idanha-a-Nova e Alcafozes;
Foot Zero;
Pirotecnia Oleirense;
Diário Digital de Castelo Branco; e
Intermarché de Idanha-a-Nova.

Agradecimentos: Asta – associação de teatro e outras artes, Alexandre Fernandes, Andreia Oliveira, Artur Casanova, CCR, César Pinheiro, Elisa Bogalheiro, Fernanda Ramos, Ricardo Gonçalves, Helena e João Jóia.

PÚBLICO-ALVO
Geral

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA
maiores de 12 anos

DURAÇÃO
60 minutos

DATA DA ESTREIA
Idanha-a-Nova – 10 e 11 de julho de 2015

Posted in Novidades. RSS 2.0 feed.