Show/Hide

21.º aniversário ajidanha

A ajidanha irá comemorar os seus 21 anos de existência no próximo dia 6 de abril de 2019.
 
O grupo de teatro brasileiro AMARÉ, apresentará o espectáculo “Espera o Outono, Alice”, pelas 21h30m, no estúdio teatro ajidanha.
 
Este espectáculo brasileiro “Espera o Outono, Alice” chega a Portugal para fazer uma temporada de quatro apresentações em março e abril de 2019. São quatro sessões agendadas: 23 e 24 de março na Benedita, como parte do festival Ao Teatro!, 29 de março no Auditório Carlos Paredes, em Lisboa e no dia 6 de abril, no Estúdio Teatro Ajidanha, em Idanha-a-Nova.
 
O espectáculo, que tem os directores convidados Analice Croccia e Quiercles Santana à frente da encenação, é uma reflexão sobre as perdas que temos ao longo da vida, as mortes, as saudades, mas também sobre a pulsão de viver que nos habita.
 
No elenco, os actores Paulo César Freire, Isabelle Barros, Bruna Justino e Natali Assunção se revezam em vários personagens e trazem fragmentos não-lineares da vida de Alice, uma garota com vida comum à de muitas garotas de classe média, mas que decide tomar uma decisão extrema.
As acções foram desenvolvidas a partir de experiências pessoais e colectivas dos integrantes do grupo e dos directores, além de experimentações feitas na sala de ensaio. A pesquisa cénica foi fundamentada na técnica de improvisação Viewpoints, desenvolvida pela directora americana Anne Bogart.
O texto final do espectáculo foi construído com um equilíbrio entre uma dramaturgia própria e enxertos da produção escrita de diversos autores, como os brasileiros Pedro Bomba, Felipe André, Marla de Queiroz e estrangeiros, como Carl Sagan. Já a cena é composta essencialmente por objectos, adereços e peças de vestuário que ajudam a reconstituir os momentos vividos por Alice e por quem conviveu com ela.
 
O GRUPO – O AMARÉ Grupo de Teatro foi formado em 2014 e montou, em 2016, o espectáculo Amar é Crime, uma adaptação parcial do livro homónimo de Marcelino Freire, com temporadas no Espaço O Poste e Espaço Cénicas, ambos no Recife, Brasil. O grupo prima pela investigação de linguagem nas artes cénicas, sem se prender necessariamente a correntes ou autores.
 
FICHA TÉCNICA
 
Encenação: Analice Croccia e Quiercles Santana
Elenco: Paulo César Freire, Isabelle Barros, Bruna Justino e Natali Assunção
Texto: Analice Croccia, Quiercles Santana e AMARÉ Grupo de Teatro, com trechos de Marla de Queiroz, Pedro Bomba, Carl Sagan, Felipe André
Iluminação: Natalie Revorêdo
Operação de Luz: Andrezza Alves
Operação de som: Quiercles Santana
Operação de projeção: Analice Croccia
Figurino e cenografia: Micheli Arantes e Analice Croccia
Narração: Paulo César Freire, Íris Campos e Paulo de Pontes
Pesquisa musical e produção: AMARÉ Grupo de Teatro
 
Após este espectáculo, o público poderá ainda ver o “Mural 20 anos ajidanha” que se encontra naquele espaço , um resultado do conjunto de azulejos enviados à ajidanha por parte dos seus sócios, amigos e outras entidades.
 
No final, vamos todos cantar os parabéns à ajidanha com um bolo de aniversário, acompanhado de espumante.
 
VENHA DAR OS PARABÉNS À AJIDANHA, contamos consigo 😉
Posted in Novidades. RSS 2.0 feed.